A importância do autoexame das mamas parte 2

Olá pessoal!

Estou megafeliz…para quem acompanhou meu post sobre o a importância do autoexame das mamas, sabem da pequena cirurgia que fiz, e quem não leu aqui está. Hoje voltei ao médico e recebi a biopsia, graças Deus o resultado foi excelente, “benigno”.  Tinha certeza que daria tudo certo, mas nada como uma comprovação médica para garantir.

Então fica aqui meu alerta, examinem-se mensalmente, é rápido, fácil e pode salvar vidas.

Fiquem com Deus. ♥♥♥

1538459_691297470926091_762707690_n

Anúncios

A importância do autoexame das mamas

auto exame

Oi gente, hoje decidi fazer um post diferente um assunto que deveria está sempre em pauta, nas vidas das mulheres, é mais um alerta mesmo. Por experiência própria, quero conscientizar sobre a importância de fazer o autoexame das mamas, e não deixar para fazer isso apenas no dia da prevenção, no consultório do ginecologista.

De alguns anos pra cá, adotei o costume de fazer o autoexame, às vezes no banho ou já deitada. Uma certa noite fui fazer o exame e senti algo estranho, no meu seio direito, como se fosse um ponto duro, sentei e procurei novamente ele estava lá. Pedi meu esposo para tocar, ele também sentiu como se fosse um caroço. No outro dia marquei uma consulta com minha ginecologista, ela solicitou uma ultrassonografia mamaria.

Fiz o exame, e constou um nódulo sólido de 1,3 cm, levei o resultado, depois fui encaminhada para um mastologista onde ele solicitou uma punção. Confesso que já estava apavorada, mas a punção foi um processo bem simples, com local anestesiado o médico inseriu um tipo de seringa, no local do nódulo, e suga o liquido.

Com duas semanas recebei o resultado, que deu benigno, graças a DEUS. Fui orientada a repetir a ultrassom com seis meses (esse procedimento foi em novembro 2014).

Poucos meses depois comei a sentir umas pontadas, o seio ficou mais dolorido e percebia o nódulo maior quando tocava. Agora em junho repeti a ultrassom e o nódulo tinha crescido um pouco, e por conta do crescimento e das dores o médico achou melhor retirar.

No sábado 18 de julho, fiz a cirurgia, e correu tudo bem graças a Deus. Estou em casa me recuperando, sinto algumas dores, umas fisgadas, mas nada fora do normal. Confesso que foi uma semana tensa, a que antecedeu a cirurgia, estava muito nervosa e com medo, mas coloquei Deus acima de tudo e confiei. A biopsia ainda não saiu, mas estou confiante. Meu esposo me tranquilizou bastante, pois percebeu que estava fragilizada (para não dizer apavorada).

Quero mostrar através da minha experiência, o quanto é importante cuidarmos da saúde do nosso corpo, e procurar ajuda profissional. As vezes adiamos, por medo de enfrentar a realidade, e lá na frente complica tudo.

O autoexame é rápido, indolor e pode evitar grandes complicações futuras.

Fiquem com Deus!

Beijos ♥♥♥