Dicas

Acne | Conheça os mitos e verdades do problema

acne woman

A acne incômoda homens e mulheres, principalmente na adolescência. Algumas pessoas convivem com o problema também na fase adulta. Mulheres, no período da menstruação, podem ser acometidas por cravos e espinhas por conta da alteração hormonal.

Se a pessoa tem pele oleosa, ela está mais propensa a desenvolver acne, sendo necessário ter cuidados diários e, muitas vezes, associados a tratamentos estéticos e, em alguns casos, à alimentação.

Muitos mitos rondam esse assunto. Para esclarecer, a fisioterapeuta Thais Carvalho, responsável pela área facial da ONODERA Estética, maior rede de clínicas estéticas do Brasil, respondeu algumas perguntas sobre o tema e ajuda a elucidar o que vale a pena investir e se livrar do problema. Confira a seguir:

É possível curar a acne. VERDADE

Sim, é possível. Porém, o tratamento é longo, exige perseverança e disciplina. Quanto mais cedo a pessoa começa, menores são as chances de cicatrizes e manchas.

Acne é pior na adolescência. VERDADE

Alguns fatores hormonais comuns nessa fase da vida podem contribuir para o aparecimento ou a piora da acne. Entre eles, podemos citar o ciclo menstrual. A presença de sulfato de deidroepiandrosterona, hormônio responsável pelo aparecimento de pelos pubianos e axilares também pode desencadear espinhas nos jovens.

Estresse piora acne. VERDADE

O estresse, quando muito intenso, aumenta a produção de cortisol e estimula os hormônios androgênios, acionando mais a glândula sebácea e, assim, o aparecimento da acne.

Chocolate e alimentos gordurosos provocam espinhas. DEPENDE

Embora não existam estudos comprovando a correlação entre a dieta e o aparecimento das lesões, se a pessoa notar que certos alimentos gordurosos (chocolate, frituras, nozes, amendoins, por exemplo) pioram as crises, deve excluí-los da alimentação ou evitá-los com maior frequência.

A limpeza de pele ajuda a melhorar a Acne. VERDADE

Sim. A limpeza da pele promove a remoção dos cravos, controla a oleosidade e ajuda no fechamento dos poros.

A poluição aumenta a probabilidade de desenvolver acne. MITO

A presença de CO2, dióxido de carbono, não estimula o aparecimento de espinhas.

Sol ajuda a combater a acne? MITO

Pode ocorrer uma melhora inicial nas lesões inflamatórias, mas não há evidência científica direta de que a luz solar melhore as espinhas.

TRATAMENTOS

Alguns dos tratamentos recomendados e oferecidos pela ONODERA são a Limpeza de Pele, ACNE CONTROL, ANTIACNE, PEELING e LASER( para os casos mais graves), entre outros. O procedimento será definido conforme a intensidade das lesões causadas pelas espinhas e após uma avaliação estética.

LIMPEZA DE PELE – remove as impurezas da pele e promove a limpeza dos poros. É realizada com vapor e ionização (opcional). O procedimento previne o surgimento da acne, ressecamento ou a oleosidade excessiva do rosto.

ACNE CONTROL – ameniza a agressão causada pela acne. Os princípios ativos utilizados no produto promovem ação anti-inflamatória e reestabelecem o equilíbrio e uniformidade da pele.

ANTIACNE – higieniza, esfolia e ioniza a pele. Reduz a incidência de acne e equilibra a secreção sebácea. Nesse tratamento, é utilizado um aparelho de ionização após a aplicação dos cosméticos com ações descongestionantes, antissépticos e cicatrizantes.

PEELING – procedimento promove a esfoliação (descamação) e melhora a sua textura.  O processo também clareia as manchas e atenua rugas, além de estimular a renovação do colágeno, proteína que dá mais firmeza à pele.

LASER FRACIONADO – tecnologia de última geração. É um procedimento de foto rejuvenescimento indicado no tratamento de cicatrizes de acne, além de estrias brancas ou vermelhas e poros abertos.

Sobre a ONODERA Estética

Com mais de 35 anos de tradição em sua área de atuação e uma completa equipe multidisciplinar, a ONODERA Estética oferece serviços e tratamentos estéticos exclusivos voltados para a beleza, entre eles, serviços de tratamento corporal, facial e medicina estética. Atualmente, são mais de 1200 colaboradores dedicados ao bom atendimento de seus clientes, além das cerca de 50 unidades localizadas em todas as regiões do país.

 

 

 

Dia nublado não exclui necessidade de usar protetor solar

O protetor solar deve ser usado em todas as áreas do corpo que estejam expostas à luz, faça chuva ou faça sol. Entenda porque não devemos abandonar seu uso mesmo em dias de céu cinza. 

Engana-se quem pensa que o protetor solar serve para proteger a pele apenas em dias de calor, quando o sol brilha forte no céu. A proteção é necessária também em dias nublados, frios, com chuva… Ou seja, a pele precisa ser protegida da luz solar e artificial todos os dias, sem exceção, e em todas as partes do corpo que estiverem expostas, se quisermos de fato protegê-la dos estragos e riscos inerentes a esta exposição.

“É comum que as pessoas passem protetor solar no rosto e esqueçam dos braços, mãos, pescoço e colo. É preciso passar também nessas áreas com a mesma frequência, não só quando estão na praia ou piscina”, alerta Gabriel Sampaio, dermatologista da sociedade brasileira de dermatologia e consultor da megastore online Netfarma .

E por que o protetor solar é importante mesmo quando “não há sol”? E que o dia estar acinzentado não significa que os danos causados pelos raios solares diminuem. As nuvens podem bloquear luminosidade, mas deixam passar os raios ultravioleta A e B, que provocam queimaduras. “A médio e longo prazos, o resultado da exposição ao sol sem proteção é o aparecimento de rugas, manchas e até câncer de pele”, explica.

Para entender melhor a importância do uso diário e constante do protetor solar com FPS (fator de proteção solar) alto, vale a pena saber como cada raio atinge a pele e o que provoca:

– O raio UVA chega até a epiderme e é responsável pelo bronzeado, manchas e rugas. Ele tem médio grau de intensidade e não é bloqueado totalmente com o protetor solar.

– Já o UVB chega até a derme e é aquele responsável por deixar a pele vermelha e queimada. Se tomado com moderação nos horários de sol mais fraco, ajuda na fabricação da vitamina D. Porém, ajuda a aumentar o risco de câncer, principalmente entre 10 h e 16h, período em que ele é abundante. Tem alto grau de intensidade.

– O raio infravermelho chega até a última camada, a hipoderme. É ele que provoca a sensação de calor, e também é o causador do envelhecimento. Tem baixo grau de intensidade.

O ideal é que se use o protetor solar com FPS 30 ou acima. E para quem não gosta da versão mais comum, em creme, a especialista lembra que há vários tipos de apresentação, como os em aerossol, spray, mousse, gel, loção e até em pó. “Basta escolher o mais adequado ao seu dia a dia e usar sempre, para manter a pele bem protegida.”

Combater problemas de pele com uma alimentação saudável

frutas

É raro encontrar alguém que nunca tenha tido problemas de pele causados por acne né! Seja apenas algumas marquinhas que aparece, ou até mesmo em grande quantidade que necessita de tratamento, a questão é que estamos todos sujeitos desenvolver em alguma época da vida.

Definição – Acne é uma condição da pele que ocorre quando os folículos pilosos da pele ficam obstruídos por sebo e células mortas, ficando colonizados por bactérias que geram inflamação, dando origem aos comedões abertos (cravos pretos) e fechados (cravos brancos).  Acne mais comumente aparece no rosto, pescoço, peito, costas e ombros.

Pois bem, agora vou listar aqui alguns alimentos que podem na auxiliar no combate e até evitar o surgimento da acne.

Vitamina A – Ação antioxidante e auxilia na restauração de lesões na pele. (Fígado, ovos, Couve, brócolis, cenoura, abóbora)

Vitamina B3 –  Ajuda na circulação sanguínea de todo corpo – Pele, cabelo e unhas com aspectos saudáveis. (ovos, grãos, arroz, trigo e milho )

Vitamina B2 – Previne rugas, aumenta a produção de energia pelas células. (Leites, carnes, verduras)

Vitamina C – Combate o envelhecimento da pele, e auxilia na formação do colágeno. (laranja, limão, abacaxi, kiwi, acerola, morango, brócolis, melão, manga, repolho)

Vitamina B6 -Tem ação cicatrizante e age no sistema imunológico do corpo, protegendo a pele com inflamações. (Carnes, batata, banana, peito de frango semente de girassol salmão, atum e abacate)

Agora já sabe né, quando for fazer a feira, lembre-se desses alimentados vitaminados e com poderes regeneradores para a pele.

Fonte: http://www.minhavida.com.br  / http://www.suapesquisa.com

 

 Alimentos que causam gases

Gases é um problema muito chato e que afeta milhares de pessoas diariamente. Eles são causados devido ar que engolimos ou da fermentação de restos alimentares, no intestino, pelas bactérias que normalmente o habitam.

blog_gases_intestinais_e_distensao_abdominal

O problema aparece, na maioria das vezes, por causa dos carboidratos não digeridos, que acabam fermentados pelas bactérias”, explica o médico gastroenterologista José Antônio Flores da Cunha, da Clínica São Vicente (Gastro Gávea), no Rio de Janeiro. De acordo com gastroenterologista, algumas pessoas apresentam uma quantidade maior do problema, o que pode causar dor e desconforto abdominal.
E você sabia que existem alguns alimentos que fazem a sua barriga ficar mais inchada   minutos depois de serem consumidos? São aqueles alimentos que causam gases.

Confira uma lista e veja como evitar este problema.
Feijão: Alguns carboidratos presentes no grão escapam da digestão e são metabolizados pelas bactérias presentes na parte baixa do trato digestório, podendo causar gases e flatulência. Mas, eliminar totalmente o alimento da dieta não é uma boa opção, devido ao seu grande valor nutricional. Portanto, consuma moderadamente.

Repolho e Couve-flor: Esses vegetais são da família das brássicas, na qual estão presentes compostos sulfurados capazes de aumentar a produção de gases.

Pão branco e massas: Feitos com a farinha refinada, fornecem um carboidrato que leva à fermentação e produção de gases, provocando a distensão abdominal. Procure consumir pães e massas integrais, ricos em fibras.

Bebida alcoólica: Aumenta a permeabilidade da mucosa do intestino, provocando o desequilíbrio da flora intestinal, o que pode levar ao aumento do volume abdominal.

Laticínios: Para quem tem intolerância à lactose, o consumo pode gerar flatulência e diarreia. Escolha leite de cereais à base de quinoa e arroz; leite de sementes como gergelim e girassol; e de oleaginosas à base de amêndoas, castanha-do-pará e extrato de soja

 Fonte: Noticias Uol Saúde/ Saúde Bem estar Bing 

 

 

Shakes emagrecedores: salvação ou perigo?

Idas à academia, corrida, dança, luta e outras atividades físicas, aliadas a muita força de vontade para não exagerar na comida e recusar tudo que “engorda”. Essa é a rotina de muita gente que está tentando perder peso. Além dessas medidas, um artifício cada vez mais popular é o uso de shakes emagrecedores. Usados frequentemente para substituir outras refeições, os produtos viraram uma febre nos últimos anos e já se tornaram parte do cardápio diário de muitas pessoas.

O problema é que, na maior parte das vezes, esses produtos são usados incorretamente, tornando-se um risco para a saúde. Segundo a nutricionista do Hapvida, Georgia Amorim, os shakes só deveriam ser utilizados como parte de uma dieta elaborada por um profissional de Nutrição, de forma que o paciente não deixe de consumir elementos essenciais para o bom funcionamento do organismo. A Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste) realizou por duas vezes testes com os shakes mais vendidos no Brasil e obteve resultados muito parecidos nas duas circunstâncias. Segundo as pesquisas do órgão, as bebidas são desequilibradas nutricionalmente e podem conter uma quantidade muito alta de proteínas. De acordo com Georgia Amorim, “o excesso de proteínas pode causar problemas nos rins, podendo causar a falência desses órgãos”.

A nutricionista lembra que os melhores shakes são aqueles manipulados, em que é acrescentado o que for necessário para complementar a dieta do paciente. No entanto, ela frisa que ainda assim “nenhum deles deve substituir completamente uma refeição. Devem ser prescritos pelo nutricionista, e serem consumidos por quem esteja em acompanhamento nutricional visando uma reeducação alimentar e não somente a perda de peso rápida, substituindo refeições por simplesmente um copo de shake”. Georgia chama atenção ainda para as pessoas que usam as bebidas mesmo sem precisar emagrecer, simplesmente como forma de não engordar: “Essa atitude está completamente incorreta, pois essas pessoas podem estar carentes de vários nutrientes, podendo sofrer desnutrição ou até mesmo gerar algum transtorno alimentar, como bulimia ou anorexia”.

Fonte: AC Comunicação

 

Como evitar rachadura nos pés

Se tem algo que deixa homens e mulheres chateados, são rachaduras nos pés. Hoje em dia nos preocupamos tanto com corpo, e algumas vezes esquecemos de cuidar deles “nossos pés”. Fatores como ressecamento, atrito com um calçado inadequado podem causar rachaduras e até levar a complicações mais serias.

rachadura-nos-pes

Segue aqui algumas dicas do Bing Saúde e Bem Estar  
Mas, afinal, o que causa rachaduras nos pés? 

A dermatologista Juliana Gumieiro (Uberlândia/MG) explica que andar descalço e com sandália sem amortecimento contribui para que isso aconteça. “A pele dos pés sofre com os atritos dos sapatos, seguida da falta de hidratação, o que deixa a pele grossa e tendendo a rachar, em especial nos dedos e calcanhar. Além disso, o impacto dos pés contra o chão estimula o espessamento da pele no intuito de proteger as articulações. Por isso, o ideal seria usar sapatos com sistema de amortecimento de impactos associado a hidratantes específicos”, esclarece.  Segundo a especialista, dentre os calçados sem salto que contribuem para que os dedos e a sola dos pés fiquem grossos e ressecados, as rasteirinhas são as mais perigosas. Ela explica que algumas doenças também desencadeiam as rachaduras, como problemas vasculares, micoses, psoríase e algumas alterações genéticas. “Têm pessoas que possuem ferimentos e rachaduras que levam ao sangramento, o que predispõe infecções bacterianas”, alerta a dermatologista.

Veja as principais causas

  • Uso de meias sintéticas que contribuem para a proliferação de fungos e bactérias
  • Uso inadequado de sapato que podem ocasionar o surgimento de bolhas, esfolamento e calosidades. Por exemplo, sapatos folgados, apertados ou sem palmilhas.
  • Agressões químicas
  • Alterações climáticas
  • Andar descalço e uso de calçados abertos nos calcanhares;
  • Problemas hormonais

Qual o tratamento? A indicação, afirma a dermatologista, é a hidratação com cremes a base de vaselina, ureia e lanolina. “Se mesmo com esses produtos o problema persistir é preciso usar outros tipos de tratamento com a ajuda de um especialista. Uma dica bem legal é ao hidratar os pés antes de dormir colocar uma meia para que o produto fixe e deixe os pés mais macios. Além disso, fazer uso de palmilhas de silicone é eficaz, pois elas agem prevenindo recidivas”, orienta. Colocar o creme e envolver os pés com papel filme também é indicado.

hidratacao-pes

  Fonte: Bing Saúde e Bem Estar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s